segunda-feira, 15 de março de 2010

Economia e inovação em Israel

A ideia parece nos levar a um futuro distante. Entretanto, os criadores garantem que, em 2011, boa parte da população israelense já estará utilizando. Estamos falando dos carros elétricos.

Práticos, eficientes e ecológicos. Os automóveis apresentam marchas controladas por botões, autonomia de 160 Km e o nível de emissão de poluentes é zero.

A gasolina e, consequentemente, o petróleo, não serão mais necessários. Os carros elétricos são movidos por baterias de íon lítio, que podem durar até 8 anos ou duas mil recargas. Os postos de recarga serão acionados por um cartão magnético.

A venda dos automóveis também será diferenciada. Para adquirir o produto, o consumidor deverá se tornar um assinante da empresa. O pacote de assinatura engloba o carro, as estações de recarga, baterias e toda a rede de infraestrutura.

O projeto, além de todos os benefícios citados acima, permitirá independência de importação de petróleo em relação aos países extremistas.

Se alguém conseguir identificar uma falha nessa inovação tecnológica israelense, ganhará um prêmio da equipe Sababah!

6 comentários:

Anônimo disse...

o plano é muito bonito, mas e o preço?

Sababah disse...

Então, o valor do automóvel deverá ser mais elevado do que os carros "normais" que circulam pelas ruas atualmente. Entretanto, todos os custos mensais de gasolina serão eliminados. Nesse caso, a economia será feita a longo prazo!

Grande abraço!

Thiago disse...

A falha é que o motorista terá que recarregar a bateria do carro diversas vezes, uma vez que a autonomia é de apenas 160 km, provavelmente tendo que esperar um bom tempo a cada recarga.

Beg disse...

O consumo de energia vai ser muito alto (da onde vai sair essa energia?), isso sem contar todos os postos de gasolina que serão fechados...

Sababah disse...

Thiago, a bateria pode durar até 8 anos ou 2000 recargas. De qualquer forma, será mais prático do que o abastecimento em postos de gasolina, sem contar que não haverá uma variação no preço do combustível que, muitas vezes, pega o consumidor de surpresa.

Sababah disse...

As baterias, de íon lítio, podem durar até 8 anos e os postos já estarão equipados para tal recarga. Quanto aos postos de gasolina, haverá apenas uma substituição pelos postos de recarga...O melhor de tudo é a independência em relação aos países que dominam o mercado petrolífero, como o Irã. A observação de vocês dois foi muito pertinente! Vocês merecem o prêmio: a terceira edição da Sababah! Venham buscar na FIRS. Grande abraço!

Loading...