terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Depoimento diretamente da Austrália!

Nós queremos a sua participação em nossos veículos. Como já foi falado algumas vezes, a Sababah quer saber as suas opiniões, quer saber o que você pensa.

Estreando esse novo quadro, recebemos um texto di

retamente da Austrália. Marcelo Weinreb de Barcellos, o Barça, contou como anda a sua vida nesse país tão distante!

Você poderá ser o próximo! Envie o seu texto, ou suas fotos para sababahpoa@hotmail.com e nós publicaremos aqui! Aproveita!

Marcelo Weinreb de Barcellos (BARÇA) - residente de Bondi Beach

Bondi Beach (pronuncia-se "Bon-dai") é uma praia na região metropolitana de Sydney, Austrália.

Com certeza a praia mais conhecida e badalada do país. Fazem parte das ruas de Bondi alguns dos melhores restaurantes, bares, hotéis, boates e pubs da cidade. Misturados a tudo isso, Bondi se encontra em uma área conhecida por ser a parte judaica da cidade, então também podemos observar muitas Sinagogas, bares e cafés kosher por aqui. As mezuzot estão presentes em boa parte das portas das casas da região.

Na Hall street fica o glorioso café/ kebab's house SABABAH. Um dia, a Alua me chamou no msn para falar da Sababah, mandando o link do blog e contando a respeito desse novo super trabalho de colocar a galera nessa "vitrine" da comunidade. Mas para surpresa dela eu não só já conhecia como já tinha o jornal em mãos! Minha mãe tinha enviado a Sababah pelo correio para eu matar a saudade de alguns amigos meus que apareciam nesta edição.

Em janeiro, quatro grandes amigos do Colégio Israelita (Eduardo Rus

sowsky (Russo), Carlos Molinari (Cacá), Jaques Isdra (Jaquito) e Roberto Axelrud (Beto)) passarão um mês de férias aqui. Só posso dizer uma coisa a respeito: vai ser forte!

Aqui seguimos a vida com muito trabalho, surf, festas, viagens, ... enfim, tentando representar da melhor forma possível a galera da comunidade aqui na nossa Bondi!

Abraço e beijos,

BARÇA!

Barça e Daniel Scliar em frente ao café/restaurante Sababah!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Sababah TV - Happy Chanuká Hour - Drop 4

Assista ao último drop da Sababah TV em 2009! As finais do Chapa Quente agitaram o Club Campestre Macabi! O evento foi um grande sucesso! Entrevistamos Pedro Bacaltchuk, um dos atletas da Chazit.

Aproveito a oportunidade para agradecer pelo seu carinho, pelos seus elogios, pelas suas críticas! Esse projeto só é uma realidade graças a você!

Agora, Aproveita!

Problemas para postar seu comentário???

A equipe Sababah recebeu algumas reclamações com relação a dificuldade de postar comentários em nossos blogs.

Como sempre colocamos o nosso público em primeiro lugar, a partir de hoje não será mais necessário escrever o que aparece em uma imagem aleatória para que a sua postagem seja publicada! Aproveita!

ps: Caso você ainda encontre problemas, entre em contato conosco!

domingo, 27 de dezembro de 2009

Sababah TV - Happy Chanuká Hour - Drop 3

A terceira parte está imperdível! Entrevista com o pessoal do Ofakim! E amanha a ultima parte da cobertura! Aproveita!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Sababah TV - Happy Chanuká Hour - Drop 2

Prometido e cumprido! Segue abaixo a segunda parte da Sababah TV na Happy Chanuká Hour! Amanhã tem mais! Fique de olho em nosso blog! Aproveita!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Sababah TV - Happy Chanuka Hour - Drop 1

Como foi falado há alguns dias atrás nesse humilde blog, a Sababah TV esteve no Happy Hour organizado pelo grupo Ofakim. O torneio Chapa Quente também foi alvo da Equipe Sababah!

Agora vamos falar do esquema. O programa está divido em alguns drops. O primeiro será postado nesse exato momento. Gostou?? Acesse o nosso blog amanhã, e você poderá assistir a segunda parte. Não gostou?? Talvez melhore!! Então, na dúvida, acesse também! Aproveita!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Entrevista com Andrea Sztiler, na íntegra!

Para você que ficou curioso para saber tudo que a Sztiler contou para a Equipe da Sababah, segue abaixo a entrevista da brasileira - israelense! Aproveita!

Sababah - Em que ano você fez Aliá?

Andrea Sztiler - Fiz Aliá em janeiro de 2008, mas estive em Israel quase todo ano anterior, em 2007. Fiz um curso do MASA (Projeto da Agência Judaica e Governo do Estado de Israel de programas de longa duração em Israel para jovens judeus) chamado, na epoca, de Kesher Am, para coreógrafos de Dança Israeli. O curso me foi proporcionado pela Fundação Kadima. Na minha volta, pude repassar aos coreógrafos de Porto Alegre os materiais, as vivências, enfim, o que é a Dança Israeli em Israel. Pessoalmente, esse tempo anterior a minha Aliá foi fundamental para uma adaptação bem mais suave e tranquila quando voltei como Ola Chadashá (nova "imigrante"). Foi durante o curso que decidi sobre minha Aliá, pude pesquisar sobre mestrados, entender, aos poucos, a cultura israelense e visualizar de uma forma mais realista o que seria essa nova etapa da minha vida.

Sababah - Porque morar em Israel? O que, na tua opinião, motiva uma mulher a ir morar em Israel?

Sztiler - Acredito que o que motiva qualquer ser humano é o sentimento, a identificação e a busca de objetivos. Porque Israel? depois de Porto Alegre, Israel é tambem nosso lugar, nossa casa, digamos assim. E isso nao é propaganda sionista. Quem ja esteve aqui, e se identificou com o país, sabe que a gente sente alguma coisa, mesmo sem saber dar nome a ela. Claro que entre se sentir assim e decidir mudar toda a minha vida tem um grande passo, e aqui vem a parte da identificação com alguma esfera da vida israelense. Eu ja tinha uma identificação e sentimento muito grandes por algo que passou a ser meu facilitador, a dança. Quem me conhece sabe que amo dança, que sempre estive envolvida nesse movimento em Porto Alegre e aqui, esse foi e é o meu link com a sociedade israeli. Na verdade, a grande identificação que esta por trás eh o judaismo, mas mesmo o meu ser judia teve que se adaptar a realidade israelense porque ser judia em Israel é muito diferente de ser judia na diáspora.Pequenas coisas no dia a dia foram me "conquistando" como, por exemplo, escutar no ônibus músicas de arkadá que aprendi quando estava na 7 serie, poder dizer "shabat shalom" para o motorista de ônibus, "shaná tová" ao moço do boteco da esquina, ver todas as casas comemorando Rosh Hashaná e todo o país absolutamente parado em Iom Kipur. Foi ver e viver tudo aquilo que estudei, ensinei e acreditei durante 28 anos. Entao, decidi vir atrás dos meus objetivos pessoais e profissionais aqui. Por que nao basta sentir, é tambem muito importante saber onde se quer chegar, o que se quer alcancar. Ter muito claros os objetivos, sejam eles, de pequeno, médio ou longo prazo, nao importa, o que importa é te-los.

Sababah - Em que cidade você vive?

Sztiler - Logo que cheguei morei em Jerusalem, no Ulpan Etzion, que hoje em dia nao existe mais. Era um Merkaz Klita (Centro de Absorção só para jovens universitários) e Ulpan (Curso) de Hebraico para Olim Chadashim. Depois morei um tempo em Rishon le Tzion e agora moro em Holon, que ainda eh muito perto de Tel Aviv, mas nao tem a loucura de lá, mas também não tem aquela praia...

Sababah - O que você está fazendo em Israel (trabalho, estudos).

Sztiler - Eu sigo trabalhando como coreógrafa e professora de dança israeli. Dou aula em 4 escolas e no Machon le Madrichim para os grupos que estão fazendo Shnat. E estou muito feliz e realizada por continuar a atuar no mercado da dança aqui, que é diferente, mais amplo. Além disso, nesse mercado específico, Israel é a fonte de conhecimento e a inspiração para as comunidades do mundo inteiro. Em relacao aos estudos, comecei ano passado mestrado em Educacao na Universidade de Tel Aviv, mas esse ano tranquei o curso até o ano que vem. E sobre isso acho importante dar um recado às pessoas que vem a Israel apenas em busca do famoso mestrado internacional: nada cai do ceu. A gente tem sim essa bela oportunidade de estudos financiados, a Agência Judaica nos mostra todas as possibilidades, mas precisa estar muito determinado a seguir esse caminho e pesquisar bastante antes da decisão. Entrar em contato com pessoas daqui, profissionais, professores, saber como é a área profissional e começar a estudar hebraico e inglês desde ja! A maioria dos mestrados aceitam trabalhos e teses em ingles, mas as aulas são em hebraico. Acredito que a segurança é outra quando ja se tem um conhecimento da língua antes de chegar aqui.

Sababah - Você pensa em voltar para o Brasil?

Sztiler - Não. Tenho muita saudade de etapas e conquistas maravilhosas que tive. Tenho saudade dos amigos e, principalmente, da família mas hoje, não me imagino voltando.

Sababah - Conte um pouco do que já viveu na comunidade judaica de POA.

Sztiler - É praticamente toda minha vida! Acho que entre as mais marcantes foi com certeza todos os anos que dancei no Kadima. Nesse marco com certeza conheci e tenho ate hoje meus melhores amigos e dele guardo as vivências mais intensas. Depois tem os 10 anos em que trabalhei no Colégio Israelita após ter estudado lá minha vida inteira. Foram 24 anos dentro daquelas paredes! É a minha segunda casa. Lá me formei como pessoa e como profissional da área que atuo até hoje. Aprendi muita coisa e acredito ter deixado também muita coisa para os meus alunos.E ainda trabalhei no Centro Israelita no Lehatid e Letamid por 5 anos. Também conheci pessoas muito importantes para mim, aprendi muito, aprendi que o judasimo é para jovens, que precisamos compreendê-lo, que existem diversas formas de se aproximar da religião. Através do meu trabalho nessas instituições meu envolvimento na comunidade foi crescendo ao longo dos anos, e quando se começa é muito difícil parar, a gente tem a prova que só depende de nós para que ela continue existindo.

Sababah - Em que momentos da sua vida em Israel bate “aquela” saudade daqui?

Sztiler - Quando dá vontade de comer um bom churrasco no domingo! Hahaha, to brincando. Aliás, mais ou menos. Dói mesmo quando me dou conta de tudo que estou vivendo e construindo e minha mãe e minha família estão longe. Depois disso, bate saudades quando encontro amigos brasileiros e você sente aquele abraço, aquele calor, aquela "brasileirice" no ar. Quando está passando um filme ótimo na TV e você comeca a entender e depois se perde porque as legendas estao todas em hebraico. Começa a dar um cansaço e uma raiva de nao entender metade do filme. Fico com saudades da NET! E como escrevi no início, saudades de um belo churrasco no domingo, do marco do churrasco, da nossa cultura gaúcha. E me dá saudades quando vejo grupos de dança se apresentarem, aquela função antes da apresentacao, me lembro como me divertia e como foram felizes todos aqueles anos. Aqui tambem danço em um grupo, mas nunca será a mesma coisa.

Sababah - Colégio Israelita Brasileiro, Grupo Kadima, Professora de dança, Sinagoga Centro Israelita... O que foi levado disso tudo para Israel?

Sztiler - Tudo!!! E mais um pouco. Toda a minha experiência profissional no Colégio e no Centro Israelita, as minhas vivências como dancarina são a minha base, minha inspiração e acredito, meu diferencial como profissional. Está tudo aqui comigo!

Sababah - Qual a maior qualidade dos israelenses?

Sztiler - Serem muito diretos e práticos. Muitas vezes ligava para lugares para pedir informação e começava ao nosso jeitinho brasileiro " Oi, boa tarde, meu nome é Andrea, eu gostaria de pedir uma informação em relacao ao...." e no meio da frase ja era completamente e "delicadamente" interrompida pelo famoso "Nu?", tipo "Vamos querida, resume", em um tom já sem paciência. Nas primeiras vezes chorava de raiva, depois entendi que não é por mal, simplesmente nao precisa de toda essa introdução, não e falta de educação e nos poupa muita lenga lenga. Tem outra coisa. Eles podem gritar um monte, brigar, mas no fim sempre tem uma conversa entre dois senhores sobre a "Eretz Israel shelanu", acredito que eh uma qualidade que a gente encontra menos no Brasil, o patriotismo. E muitos também são muito sionistas, ficam muito alegres quando sabem que você é Ole Chadash, perguntam de onde, o porquê, e sempre dizem no fim "Tov meod, iofi". Tenho uma historia. Uma vez estava no ônibus em Jerusalem. Uma confusao no trânsito por causa da ponte na entrada da cidade que estava sendo construída. Um engarrafamento terrível, e todos começam a reclamar dentro do ônibus e é engracado porque as pessoas viram melhores amigas. Uma mulher do meu lado dizendo "mas por que trancaram, essa ponte que nao acabam nunca de construir", ficou reclamando. Então ela parou por alguns segundos, me olhou e disse: "aval ba sof ihie lanu guesher iafeeh" (mas no fim da história teremos uma linda ponte). Eles gritam, sao bem mais secos e ríspidos do que os brasileiros, mas defendem com unhas e dentes o que tem.

Sababah - Nos contaram que, recentemente, seu namorado foi chamado para o miluim* (serviço de reserva do exército - todo israelense, com idade entre 22 e 40 anos, após sair do exército, tem que se reapresentar uma vez por ano). O que você sentiu quando ficou sabendo?

Sztiler - Fiquei morrendo de medo. Ele ja foi convocado várias vezes, mas uma vez específica foi durante a última guerra em Gaza. Eu me apavorei. Tem algo que se chama Tzav 8. É quando o exército liga e você tem 8 horas para se apresentar na base. Ligaram um dia para dizer que a próxima vez que ligassem seria o Tzav 8. Cada vez que o telefone dele tocava...ja imaginava eu em casa, vendo na TV os soldados entrando em Gaza e ele lá no meio. Imaginei mil coisas, e das piores, e me dei conta dessa dura realidade. Israel é um país bem diferente do Brasil, que vive em estado de ameaça e alerta contra os inimigos. Pensei que passarei isso com meus filhos e assim será. Tem muita gente que nao gosta do nossso povo e acredito que falta muito para alcançarmos a paz.

Sababah - Qual o sentimento dele (namorado) em relação a isso? Vocês tem olhares diferentes?

Sztiler - Sim, óbvio. Para ele, o exército não é um fantasma ou algo que só viu na televisão. Ele passou por isso durante 3 anos da vida dele e passou por situações que não se esquece em uma vida inteira. É próximo dele, ele cresceu com isso, os pais dele estiveram no exército. É logico que em situações de guerra se fica bem mais apreensivo, mas ele é do tipo que, se Israel precisar, eu estará la.

Sababah - Dá um recado para os seus amigos e todos aqueles que estão lendo a sua entrevista!

Sztiler - Meus amigos queridos, me faz falta a convivência com vocês, saber o que está se passando na vida de cada um, e fazer parte dessas etapas. Sinto saudades. Todos vocês sabem que serão muito bem vindos em minha casa quando decidirem passear por aqui. A todos outros, tentem conhecer Israel, se ligar ao país de alguma forma. Se alguém acha que Israel é maior do que a nossa pequena comunidade se engana, o país precisa tanto das comunidades quanto as comunidades dele. E em Porto Alegre tentem manter a nossa comunidade viva, se aproximem, se voluntarizem, vai fazer diferenca na vida de vocês.

Sababah - Com tanta vivência dentro da comunidade, como foi romper esse laço?

Sztiler - O laço nao foi rompido, está apenas com uma distância de alguns quilometros. A verdade é que morro de saudades...mas nao sofro de saudades. Se estivesse em Porto Alegre, sentiria essa mesma saudade, saudade do que passou. Claro, teria outros envolvimentos comunitários, mas já nao seria a mesma coisa. Sabe aquela sensação de que foi lindo enquanto durou mas ficou em outros tempos da minha vida? "Ein ma laasot", as coisas passam na vida.Fico feliz de ter aproveitado tanto essa vivência comunitária, de ter me divertido, me enriquecido durante os 13 anos em que dancei no kadima, os 10 anos em que trabalhei no Colégio e 5 anos em que trabalhei no Centro Israelita. É o meu bem mais precisoso, foram todas essas experiências e marcos judaicos que me construíram e só por causa delas eu estou aqui hoje, feliz e bem adaptada a nova vida.

Sababah - Você já está falando bem em hebraico? Foi muito difícil aprender?

Sztiler - Falo sim, me comunico muito bem, apesar de que quanto mais tu acha que sabe, mais te dá conta que tem muito o que aprender. Nao foi difícil porque falo hebraico em casa, no trabalho, precisei do hebraico já nos primeiros meses que estava aqui. Mas não tem muito segredo, tem que soltar a língua e nao ter vergonha, porque saber hebraico so no papel nao adianta.

Sababah - Qual a tua dica para quem está em dúvida entre fazer ou não aliá?

Sztiler - Pensar muito, pensar com paciência, sem angustia, sem medo, colocar prós e contras. Nao acredito que todas as pessoas sao feitas para morar aqui. Mas acredito que muitas podem tentar de verdade. E para tentar uma vida de verdade aqui, a minha dica é que as pessoas tentem se conectar a Israel em diversas áreas de suas vidas. Não apenas aos estudos, apenas a um trabalho, apenas a um amor, porque a nossa vida é feita de muitos aspectos que nos fazem felizes. E quando um nao está tão bom, tem que ter outro para se apoiar e seguir em frente. Tem muitas variáveis que nao controlamos que interferem intensamente em nosso dia a dia aqui: a saudade, a falta do nosso "calor" brasileiro, viver em uma cultura diferente, estranhar costumes, nao entender direito ideias e a cabeça das pessoas. Tudo isso faz com que nos sintamos super estranhos, sentirmos que estamos fora. Isso nao temos como controlar, só estando aqui vivendo e tentando. Mas em relação aos objetivos mais concretos como trabalho e estudos, quanto maior o numero de incertezas puderem ser eliminadas e esclarecidas antes, menores as chances de se "perder", se decepcionar, desisitir e voltar. As pessoas voltam por diversos motivos e, com certeza, cada um tem a sua razao de fazê-lo.Mas que pelo menos nao volte com uma sensação de ter sido surpreendido com um Israel que não estava preparado, de ter imaginado que chegaria no paraíso mas se deu conta de que paraíso nao existe.

Sababah - Conta uma história curtinha, engraçada, que você viveu por aí!

Sztiler - Nada de muito especial, mas vocês podem ter certeza de que depois que tu diz que é brasileiro aqui, os israelenses têm um brainstorm espontâneo, então eles comecam: Ronaldinho, Carnaval, Samba, futebol, alegria, muita festa, novela, enfim, acho que eles pensam que o Brasil é uma grande festa que nao termina.

Sababah - Te chamam de Andrea ou de Sztiler?

Sztiler - Me chamam de Andrea. Sztiler é só para os íntimos, haha. Sério, quem me chama de Sztiler é quem me conhece há muito tempo e a brasileirada aqui que escuta e acaba pegando. De resto, virei Andrea.

Sababah - Verdade que o Elron (namorado) fala muito bem português?

Verdade. Já entende bastante coisa, consegue se comunicar muito bem. Quando começamos a namorar, ele procurou na Internet um website e a professora oficial dele era o site www. sonia.com.br. Então ele foi aprendendo sozinho e vieram as perguntas mais engraçadas: "O que é mesmo?" ; "O que que que tu tá fazendo?" etc. O mais triste é que tu tenta explicar e nao se lembra da metade das regras do português.

Sababah - Nos contaram que você está ensinando ele a falar um português, digamos, meio delicado...

Sztiler - Hahahahahhaha, o que eu vou fazer???? Ensino como falo. Além disso, ele tambem aprende me escutando falar com outras pessoas. Quando o Lucas (Lucas Schwetz) esteve aqui em casa, um dia o Elron ligou a estufa e disse para ele vir pra sala que estava bem quentinho. O Lucas riu e comecou a dizer que ele nao pode falar assim como mulher.

Sababah - O que vem na sua cabeça quando você escuta a palavra "Andandino"?

Sztiler - Um monte de crianças rindo e pulando!!! Porque é isso que vejo por aqui quase todos os dias quando escuto essa música.

Sababah - O que, para você, é algo Sababah?

Sztiler - "Ta aí, uma boa ideia"

A música completa da Sababah TV!

Após alguns pedidos, segue abaixo a música tema da Sababah TV, completa! Aquela música que você passa a tarde cantarolando, pois não sai da sua cabeça. A letra exalta as coisas boas da vida! Aproveita!

Música: Achla Bachla אחלה בחלה

Banda: Hadorbanim הדורבנים

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

O Kadima quer você!

Tenho certeza que muitos ficaram com vontade de fazer parte do Grupo Kadima após o ano de 2009. Um show de 30 anos inesquecível. Aos que não assistiram, mas leram a Segunda Edição da Sababah com os bastidores do espetáculo, o desejo de participar também deve ter aumentado!

Essa é a sua chance! Dia 5 de janeiro, às 20h, na Sinagoga Centro Israelita, ocorrerá o teste para novos dançarinos. Vale a pena conferir!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Mais um Festival Carmel... Não, não, dessa vez a Sababah estava lá!

E acompanhou de perto um dos maiores festivais de dança do Brasil.

Para quem não sabe, o Carmel acontece anualmente na Hebraica de São Paulo. Lá, grupos de várias partes do Brasil e do Mundo se juntam por dois fatores em comum: a dança e o judaísmo.

A atmosfera criada por estes fatores é impressionante. Todos parecem pertencer ao mesmo grupo.

16h: o começo da preparação para um dos grandes shows, que ocorrerá na noite de sábado. Maquiagem, fantasia e ensaios de última hora. A coreografia parece ter sido completamente esquecida por alguns, que insistem em tirar as suas dúvidas com seus colegas de grupo.

18h30: os grupos começam a se deslocar para o palco principal.

19h30: abertura para o público.

20h30: começa o show Massoret (tradição).

Provavelmente, a grande maioria dos leitores está ansiosa para saber como foi a performance dos grupos de Porto Alegre. Que me perdoem os outros estados e países, mas o Kadima e o Chai (representantes de POA no espetáculo) deram show.

O Chai representou a História de Anne Frank. Dança misturada com teatro. Força misturada com emoção. Deu certo. A coreografia marcou o primeiro grande show do 29º Festival Carmel.

Os microfones colocados na margem do palco nunca mais serão os mesmos. O Kadima, com uma força sobrenatural, apresentou a coreografia Gruzini. As pisadas das botas dos homens ecoavam em todo o clube. Vale lembrar que esta coreografia foi criada há muitos anos atrás. O grupo atual remontou a mesma. Com perfeição.

Um belo espetáculo! Todos os grupos estão de parabéns!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Cerimônia de Chanuka em Porto Alegre? A Sababah esteve lá!

Aconteceu ontem, dia 16 de dezembro, no começo da noite. O local? A praça Silvio Ughini. Mais de 300 pessoas comemorando a Festa das Luzes. Um orgulho para a nossa comunidade.

O evento foi promovido pela Sociedade Beneficente e Cultural Beit Lubavitch, com o apoio da Federação Israelita do Rio Grande do Sul. Líderes importantes da Comunidade Judaica, como Henry Chmelnitsky (presidente da Federação Israelita do Rio Grande do Sul) e o Rabino Mendel Liberow estavam presentes. Representantes da política gaúcha também compareceram. Os vereadores Walter Nagelstein e João Antônio Dib, A secretária de cultura do Rio Grande do Sul Mônica Leal e o Prefeito de Porto Alegre, José Fogaça.

Após os discursos desses grandes líderes, uma Chanukiá gigante e a Chanucuia (uma Chanukiá com os candelabros em formato de cuia de chimarrão) foram acesas. Vale lembrar que ambas fazem parte do cenário da praça.

E a Sababah? Bom, a Sababah deixou a sua marca no evento. Houve a distribuição de alguns exemplares da segunda edição da revista impressa. O prefeito de Porto Alegre, a secretária de cultura do Rio Grande do sul e o vereador Walter Nagelstein pegaram os seus exemplares e aprovaram. É difícil acreditar? Eu não sei se eu acreditaria também. Para comprovar que esses momentos históricos realmente ocorreram, foram tiradas algumas fotos. Aproveita!

Henry Chmelnitsky, Mônica Leal e José Fogaça analisando a Sababah.

O vereador Walter Nagelstein com a Sababah na mão!

O enviado especial para cobrir o evento, Gustavo Schwetz (eu)

Cenas como essa passarão a ser comuns daqui para frente. A Sababah nos eventos da Comunidade Judaica do Rio Grande do Sul, marcando presença, contando para você o que acontece por aqui! Quer convidar a Sababah para algum evento?? envie um email para

sababahpoa@hotmail.com

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Happy Chanuka Hour!

Vale enfatizar a você, que ainda está em dúvida se deve ou não aparecer na Happy Chanuka Hour, o quão sensacional será esse encontro! É o último evento do grupo Ofakim no ano, você poderá encontrar os seus amigos, jogar conversa fora...vale muito a pena!

E para completar, a Sababah TV estará presente! Com câmera profissional e tudo! A Sababah já te colocou em alguma roubada?? Apareça no Club Campestre Macabi, às 19h30, e Aproveita!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Quem quer comer Falafel e Shawarma???

Como?? Basta aparecer dia 22 de dezembro, às 20h, no Cronks (Rua Felipe Camarão, 611).

O pessoal do Habonim Dror está organizando o evento com o objetivo de arrecadar a quantia necessária para o pagamento do IPTU 2009. A causa é nobre e você ainda poderá comer quanto Falafel e Shawarma você quiser! Mais informações no Flyer abaixo!

PS: como se não bastasse Falafel e Shawarma, O refrigerante também será liberado!!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

HAPPY CHANUKA HOUR

Mais um evento do Grupo Ofakim se aproxima! E promete o mesmo sucesso da Rosh Hashanight 2009!

Dessa vez, um Happy Hour descontraído, em comemoração a CHANUKÁ!!

Informações adicionais logo abaixo, no Flyer! Mas você deve estar se perguntando: será que a Sababah vai cobrir o evento??

Alguma dúvida? É lógico que estaremos nessa grande confraternização! Aproveita!!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Cobertura da 4ª Macabíada Gaúcha

Um evento marcante em todos os sentidos, para todas as idades. Os jovens usufruiram de um dia ensolarado para competirem em um dos campeonatos mais disputados da Comunidade Judaica, a Macabíada Gaúcha.

Futebol, tênis, padel, ping pong, bocha e até Winning Eleven! Em todas as modalidades, os competidores mostraram disposição e vontade de vencer! A Sababah esteve no evento! Aproveita!

Saiba quem foram os grandes campeões da 4ª Macabíada Gaúcha!

FUTEBOL ADULTO

Campeão

Equipe 72/73/74

Técnico: Daniel B. Schneider

Atletas: Eduardo Spunberg, Marcelo Wais, Marcelo Spilki, Rafael Pocztaruk, Otavio Piltcher, Fabio Soirefmann, Geraldo Pecis, Zé Starosta e Beto Lewin.

Vice-campeão

Equipe 82 (Schlepers)

As duas equipes apresentavam desgastes físicos devido aos confrontos anteriores. Melhor para o time do técnico Daniel B. Schneider que, mostrando um excelente futebol, venceu o jogo por 2 a 0 e conquistou a 4ª Macabíada Gaúcha.

TÊNIS SIMPLES

Campeão: Leandro Schwartsmann Vice-campeão: Fabio Bondar

TÊNIS DUPLAS

Campeão: Marcelo Bondar e Fabio Bondar Vice-campeão: Rafael Chanin e Leandro Schwartsmann

PADEL

Campeão: Jacques Loner e Nelson Levures Vice-campeão: Luiz Henrique e Glauber

PING-PONG

Campeão: Felipe Sieben Vice-campeão: Victor Freiberg

WINNING ELEVEN

Campeão: Gabriel Bondar Vice-campeão: Felipe Sieben

BOCHA

Campeão: Fabio Steren e Daneil Molinari Vice-campeão: Richard Katz e Alberto Treiguer

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Sababah na Austrália

Não é brincadeira! A Sababah realmente atravessou o mundo e chegou na Austrália!

Você continua sem acreditar? A foto abaixo comprova!

Marcelo weinreb, conhecido por muitos em Porto Alegre como Barça, mora na Austrália há mais de um ano. Em breve, estará disponível no blog da Sababah um depoimento do Marcelo sobre a vida na Austrália e a convivência dele com a comunidade judaica de lá! A Sababah chegou longe!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Sababah TV - Dsitribuição da segunda edição da Sababah!

A repórter Camila Pocztaruk e o repórter Rogério Canterji invadiram a reunião da Mesa Jovem para mostrar, em primeira mão, como funciona o processo de distribuição da Sababah! A palavra "invadiram" é apenas uma forma de causar impacto, pois os dois integram as reuniões da Mesa Jovem!

Estaremos distribuindo a Sababah em todas as entidades judaicas do Rio Grande do Sul, no Colégio Israelita, na Federação Israelita, na saída para o Festival Carmel e no próprio Festival Carmel! Você não estará presente em nenhum dos eventos e não faz parte de nenhuma entidade judaica??

Envie um email para sababahpoa@hotmail.com que, com toda certeza, nós daremos um jeito de entregar um exemplar para você!

Enquanto isso, Aproveita a Sababah TV!

A Segunda edição da Sababah está pronta!

E em processo de distribuição!! Pode ter certeza que cada página foi criada com o único objetivo de agradar você, curioso leitor.

Quais são as primeiras coisas que passam pela sua cabeça quando você pensa na comunidade judaica?

Saudades de época em que estudava no Colégio Israelita? A Sababah esteve no Colégio com alguns ex alunos, mostrando as novidades e relembrando grandes momentos!

Dança Israeli? Você encontra a cobertura completa do Darom 2009, em homenagem aos 3o anos do grupo Kadima, com direito a entrevista exclusiva com alguns dançarinos que marcaram o grupo!

Israel? Notícias do Ole com Andréa Sztiler!!

Conflito no Oriente Médio? Visita de Mahmoud Ahmadinejad? Outra entrevista exclusiva, dessa vez com Persio Bider, que protestou em frente ao Palácio Piratini enquanto o presidente do Irã estava reunido com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Quem é o próximo Schleper?? Será que você apareceu na Comunidade.JPEG? Conhece a Claudia Ioschpe? Nós entrevistamos ela! E a entrevista de capa com Alberto Treiguer!!

É possível tanta coisa em uma revista só??

Pegue a sua Sababah e comprove.

Aproveita!

Quem é esse Schleper?? Segunda edição!

Aos que leram a Segunda edição da Sababah, já sabem quem é a figura que passou por todas aquelas situações durante o Shnat, em 2007?? Aí vai mais uma dica: ele é da Chazit.

Segue abaixo o momento mais Schleper da vida do.....

O ano em que fiz Shnat foi, com toda certeza, o mais Schleper da minha vida.

A época que mais me marcou no decorrer deste ano foi a comuna. Um mês e meio morando em Ierucham. A cidade era tão pequena que era possível atravessá-la em apenas dez minutos! Por ser no meio do deserto, o calor é infernal! As noites também eram escassas, quase não tinha para onde ir. Entretando, o trabalho voluntário era muito gratificante. Cuidávamos de crianças russas carentes em uma colônia de férias e ensinávamos inglês para elas. Essa é uma experiência que levarei comigo pelo resto da vida.

Coisas que são básicas em nosso dia a dia, lá não faziam o menor sentido. Por exemplo: tomar banho. Nas terças e nas quintas, eu dava aula na piscina para as criancinhas. Então, segunda não precisava tomar banho, pois terça estaríamos na piscina e, por isso, já ficávamos limpinhos. Quarta é quase a aula de quinta, quinta tinha piscina novamente. Sexta, nós viajávamos para Tel Aviv, onde dormíamos na rua e não havia lugar para tomar banho...Domingo, caso não batesse aquela preguiça, eu tomava banho. Isso tudo durante um mês e meio de comuna.

Seguindo a "linha de higiene", os meus dois colegas de quarto e eu não queríamos gastar dinheiro em pasta de dente no Megamot. Por isso, passávamos com um copo pelos quartos e pegávamos um pouco de pasta de dente de cada tubo. Deixávamos tudo misturado e, assim, usávamos conforme precisássemos. Ainda na época da comuna, passamos um final de semana em Tel Aviv, dormindo na rua e tocando violão nas praças para ganhar um trocado. Foi sensacional!

É praticamente impossível não ser Schleper no Shnat. Mas passar pelas situações que passei só permitiu que eu crescesse como mais como pessoa. Vale a pena. Tenho outras histórias, mas a Sababah é tão Schleper que me restringiu a esta pequena coluna!

...VICTOR FREIBERG!

Qual foi o momento mais Schleper da sua vida? Envie um email para sababahpoa@hotmail.com nos contando! O seu momento poderá ser publicado na próxima edição da Sababah! Aproveita!

domingo, 29 de novembro de 2009

Sababah TV invade a casa de Alberto Treiguer!

Para quem ainda não leu a segunda edição impressa da Sababah, Alberto Treiguer é o entrevistado de capa!

Quem conhece, sabe que ele não aparece em púlbico sem colocar, no mínimo, um quilo de gel no cabelo! A Sababah TV gravou o momento em que a figura arruma o cabelo! REPARE NO TAMANHO DO POTE DE GEL! Aproveita!

Você quer a segunda edição da Sababah, mas não sabe como obter?? Envie um email para Sababahpoa@hotmail.com e enviaremos para você!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Sababah TV no Colégio Israelita!

A Sababah convidou alguns ex alunos para visitarem o "novo" Colégio Israelita! para quem ainda não visitou, vale a pena!

A maior inovação é a Ir Ktaná (pequena cidade). O projeto tem como objetivo exercitar a cidadânia dos alunos, através da vivência dos princípios comunitários em um ambiente judaico, consciência ecológica e desenvolvimento de alguns aspectos ligados ao empreendedorismo.

A "pequena cidade" apresenta a sua própria moeda, orgão legislativo e executivo, centro cultural e religioso, núcleo de ciência e tecnologia, casa da família, loja, incubadora, empresa multimídia, além da praça central e da área rural.

Bom, o Colégio está novo, é verdade...mas as lembranças seguem firmes na cabeça da galera! Quem não lembra da Dona Dalcina e a música do Doguinho? Ou do Valdir, vulgo Mel Gibson?? Ou da Lizete e sua energia inesgotável?

Pois é, a Sababah relembrou todos estes momentos e colocou em mais uma edição da Sababah TV! Está imperdível!

Aproveita!!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Manifestantes protestam contra Ahmadinejad em Porto Alegre

Cerca de 100 pessoas protestaram no centro de Porto Alegre contra a presença de Mahmoud Ahmadinejad no Brasil.

A manifestação começou por volta das 11h30, na esquina entre a rua das Andradas e a rua Borges de Medeiros. Bandeiras do estado de Israel e faixas com frases de ordem, como: "Num país de paz, não aceitamos ditadores" eram carregadas pelos manifestantes.

Foto: Danilo Dias da Cunha

Há algumas horas atrás, o presidente do Irã, em discurso no Palácio do Itamaraty, afirmou que pretende construir um mundo sem guerras e sem hostilidade, "(...)um mundo distanciado das discriminações". Um pouco contraditório para um governante que nega o Holocausto e é explicitamente preconceituoso. Como alguém com estes ideais poderia discursar de tal forma? Pois é, parece que Ahmadinejad está desesperado pela aliança com o Brasil, país que, hoje em dia, exerce influência em relação ao restante do mundo. E, ao que tudo indica, ele conseguiu o que queria.

Qualquer tipo de vínculo com Mahmoud Ahmadinejad será desastroso para o Brasil futuramente. Parece que os únicos que ainda não se deram conta disso são os próprios governantes.

domingo, 22 de novembro de 2009

Peguntar Não Ofende - Com Marili Berg

A segunda edição do "Perguntar não ofende" está imperdível! Marili Berg, através de um bate - papo, esclarecerá todas as dúvidas que giram em torno de um dos governantes mais polêmicos dos últimos tempos, Mahmoud Ahmadinejad, além do motivo do presidente do Irã resolver aparecer em nosso país!

Se você tem dúvidas sobre este assunto, ou sobre algo relacionado a isso, a palestrante Marili Berg vai ter o prazer em responder as suas questões!

Aproveita!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Sababah TV no Darom 2009!

Prometemos e cumprimos! A Sababah conferiu os bastidores do show do Darom 2009 e a grande expectativa para a apresentação do grupo Kadima, que completou este ano o seu trigésimo aniversário!

O câmera não compareceu...desistimos e deixamos para gravar o próximo festival, apenas em 2010? Nunca! A Sababah não desiste! Com uma câmera digital na mão, a equipe entrevistou personagens marcantes na vida do grupo Kadima, como Fabrício Zaltzman, Jaques Isdra e o Tchukamira! Quer saber o que estas figuras nos contaram? Então assiste e aproveita!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O Taglit vai acabar em Porto Alegre! Você vai deixar que isso aconteça???


Confirmem suas presenças enviando um email para: Sababahpoa@hotmail.com

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sababah na Hora Israelita!!

Galera! A Sababah foi entrevistada por um dos programas mais tradicionais do Rádio Gaúcho, a Hora Israelita. Como foi dito alguns posts abaixo, estiveram presentes nos estúdios da Band AM um dos idealizadores do projeto e repórter da Sababah TV, Rogério Canterji e a primeira capa da revista impressa, Fabio Steren, o Fabinho!

Quer ouvir o programa inteiro?? Clique no Link abaixo!

Hora Israelita - 11/10/2009

para ouvir apenas a entrevista com o pessoal da Sababah, segue o Link! é só fazer o Download do arquivo!!

Sababah na Hora Israelita

Aproveita!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Segunda edição da Sababah!

Pessoal, estamos trabalhando intensamente na elaboração da segunda edição da mais nova revista jovem da comunidade judaica gaúcha, a Sababah!!

O que eu poderia adiantar para vocês até então?? O esforço é grande e os frutos serão colhidos através do prazer de vocês em ler as nossas matérias, conhecer a nova entrevista de capa e o novo Schleper e muitas inovações!

Revelarei uma grande modificação, só uma! A Sababah vai passar a ter 12 páginas! Isso mesmo, 12 páginas para você saber o que se passa na nossa comunidade!

No começo de dezembro, aguardem!!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Palestra com escritor israelense a respeito da literatura Hebraica!

No dia 10 de novembro, o escritor, jornalista e crítico literário, Yaron Avitov, estará em Porto alegre!! O evento vai ocorrer no auditório da FIRS e começa às 20h30! A palestra será gratuita! Vale a pena conferir!!! Não é sempre que um escritor israelense, vencedor de quatro prêmios literários, aparece por aqui! Então, Aproveita!!!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Fotos da Rosh Hashanight!

A galera pediu e a Sababah atendeu!! As fotos da Rosh hashanight! Aproveita!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Sem motivos para o anti-semitismo...

A decisão do Tribunal Regional Federal não influenciou em nada na vida de ninguém. Não havia motivo algum para a indignação das pessoas. Infelizmente, um pequeno benefício a um grupo de 22 jovens judeus já é motivo para que comentários anti semitas comecem a circular pela internet.

O que aconteceu? o TRF determinou que 22 estudantes do IAVNE (colégio religioso de São Paulo)realizem o ENEM em uma data diferente do restante dos alunos brasileiros.

O motivo? O exame está marcado para os dias 5 e 6 de dezembro. Dia 5, sábado, é Shabat. Este dia é reservado pelos judeus mais ortodoxos para reflexão. A partir deste princípio, nenhum dos adolescentes poderia relizar o ENEM.

O que a mudança de data para os 22 indivíduos influencia na vida do restante dos candidatos? Em NADA.

Pelos comentários postados no site do Terra, ou a decisão influenciou na vida de muita gente, ou uma decisão tomada em benefício dos judeus é suficiente para que o sentimento anti semita de muitas pessoas desperte. Tirem as suas próprias conclusões.

Clique aqui, leia a matéria e, logo abaixo, os comentários da mesma.

Se preferir, segue o link:

sábado, 31 de outubro de 2009

Passeata contra a vinda do presidente do Irã ao Brasil

Protesto contra a vinda de Mahmoud Ahmadinejad ao Brasil, será realizado em São Paulo! Temos que fazer o mesmo em Porto Alegre!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

3ª edição do Sushi Beneficente do Grupo Prachim da WIZO-RS

No último dia 4 de outubro, foi realizada a 3ª edição do Sushi Beneficente do Grupo Prachim da WIZO-RS. Contando com chaverot na faixa de 28 a 32 anos, este grupo já se consagrou por organizar eventos sociais que atraem o público jovem, de dentro e de fora da comunidade, possibilitando uma visibildiade maior do trabalho voluntário que é realizado localmente. O almoço contou com a presença de 90 pessoas, que lotaram o restaurante Gokan naquele ensolarado domingo, e ainda houve a distribuição de alguns prêmios através de sorteio, como roupas, tapetes e joias. Fotos do evento? Claro que sim! Aproveita!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Sababah TV - Drops da Rosh Hashanight 2009

O que será que "O cara que faz valer a pena" tem a dizer sobre o significado de Rosh Hashaná? Será que ele se enrolou? Confira a entrevista de Fabinho Steren, na Rosh Hashanight 2009! Aproveita!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Sababah TV - Drops da Rosh Hashanight 2009

Confira o que a equipe da Sababah aprontou na Rosh Hashanight 2009!

Agitando como de costume, o Rogério conversou com o Tabas (Rafael Tabasnik), presidente do grupo Ofakim, que explicou a sistemática do projeto Ofakim.

Também passou pelo microfone da Sababah TV o vocalista da banda Os Efervescentes, Daniel Tessler! Ele falou sobre a banda, que até foi convidada para cantar fora do Brasil! O Rogerinho também pagou alguns micos básicos cantando um trecho de uma música dos caras, mas se saiu bem (na medida do possível). Assista e Aproveita!

Kabalat Sushi com Shabat!

Para quem nunca foi, vale muito a pena! As primeiras edições foram um sucesso e essa promete ser ainda melhor! Kabalat Shabat seguido de sushi, na ÍNTEGRA! Aproveita!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Sababah TV na Rosh Hashanight!

Como queremos deixar vocês mortos de curiosidade, a Sababah resolveu lançar um flash da matéria que a Sababah TV gravou na Rosh Hashanight!

Curtiu? Então vai se ligando no nosso blog! Em breve (muito em breve), a cobertura completa da Rosh Hashanight 2009! Aproveita!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O Brasil deve receber a visita do presidente do Irã?

Esta é a enquete sugerida no site do Correio Braziliense, jornal de Brasília.

No momento, para a nossa felicidade, em torno de 76% não quer que Mahmoud Ahmadinejad realize sua visita prevista para dezembro.

Vale lembrar que o presidente do Irã, entre outros absurdos, nega o Holocausto e tem como um de seus objetivos destruir o Estado de Israel. Segue abaixo o link para votação!

Não podemos permitir que o nosso país tenha algum tipo de relação com este tirano! Vote não!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Ensaio Aberto Sababah TV

O contato da Sababah com você é tão direto que a gente até vai exibir os nossos ensaios, tentativas e descobertas! Então se liga na pré-estreia da Sababah TV, a nova mídia jovem que promete agitar todos os eventos da comunidade judaica do Rio Grande do Sul!

Com apenas uma Câmera Digital na mão, Rogério Canterji e Gustavo Schwetz invadiram a inauguracão da Ir Ktaná, no Colégio Israelita Brasileiro, sob um ponto de vista diferente do divulgado em emissoras de TV, como: a RBS, a TVE e a BAND. Então assista, aproveita e depois nos conte o que você achou!

Sababah na Hora Israelita!

Quem ouviu a Hora Israelita no último domingo, deve ter percebido que havia algo diferente no programa.

Isto porque a CAPA da revista Sababah, Fabio Steren, e um dos idealizadores do projeto, Rogério Rabin Canterji, estiveram nos estúdios da BAND, agitando como sempre... Rogério falou sobre a ideia de criar um veículo jovem para a comunidade gaúcha e o significado da palavra Sababah. Também comentou algumas matérias da primeira Edição da revista.

Restou para o Fabinho, o mais novo popstar da comunidade, contar como foi o feedback do público, se ele se sente muito incomodado com o assédio dos fãs e o que representou para ele este convite da Sababah.

A Hora Israelita vai ao ar todos os domingos, comecando às 8 horas até as 10 horas da manhã! O programa é transmitido pela BAND AM 640 KHZ! escuta que vale a pena!

Não conseguiu acompanhar a entrevista do dia 11 de outubro? Em breve, estaremos postando no blog o áudio completo!!

Aproveita!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

4ª Macabíada Gaúcha!

Chegou a sua chance de brilhar e se divertir! Nos dias 24 e 25 de outubro, será realizada a 4ª Macabíada Gaúcha, no Club Campestre Macabi. Este ano, serão disputadas as seguintes modalidades esportivas: Futebol Sete, Futsal Feminino, Tênis, Padel, Bocha, Ping Pong e Winning Eleven. Se liga, o prazo de inscrições já está chegando ao fim!

Inscrições:

roberto@campestremacabi.com.br

Tel: 30123384

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Gilad Shalit está vivo!

A história que comoveu Israel durante os últimos três anos, ganhou mais um capítulo! O soldado israelense Gilad Shalit, capturado pelo Hamas no dia 25 de junho de 2006, está vivo!

Ele foi capturado pelo grupo terrorista quando realizava uma patrulha na fronteira entre Israel e a faixa de Gaza. Desde então, os esforços do governo israelense pela libertação do jovem militar, são intensos. O Hamas exige que o exército israelense liberte centenas de militantes palestinos em troca.

As provas de que o jovem estava vivo eram escassas, até o dia 2 de outubro... o exército libertou 19 mulheres palestinas e, em troca, recebeu um vídeo de Gilad, filmado no dia 14 de setembro, em que ele aparentava estar nas melhores condições possíveis. Assista o vídeo na íntegra e, logo abaixo, segue a tradução do que Shalit está falando!

"Eu sou Gilad, filho de Aviva e Noam Shalit, irmão de Hadas e Yoel, que vivem em Mitzpe Hila. O número da minha carteira de identidade é 300097029. Hoje é segunda-feira, 14 de setembro de 2009. Como vocês podem ver, eu tenho em minhas mãos a edição de hoje do jornal Palestina, de 14 de setembro de 2009, publicado em Gaza. Eu leio os jornais à procura de notícias sobre mim. Espero encontrar algum tipo de informação que aponte para a minha iminente libertação e volta. Eu tenho esperado e mantido a esperança por muito tempo pelo dia em que serei libertado."

"Espero que a gestão atual, encabeçada por Binyamin Netanyahu, não desperdice esta oportunidade para alcançar um acordo, e que como resultado eu possa finalmente realizar o meu sonho e ser libertado. Quero enviar meus cumprimentos à minha família e lhes falar que eu os amo e sinto muita falta deles, e rezo pelo dia em que eu os verei novamente. Pai, Yoel e Hadas, vocês se lembram do dia em que vocês vieram me visitar na minha base nas Colinas do Golan, no dia 31 de dezembro de 2005, que se eu não me engano, é conhecida como Revaiá Bet? Nós fomos dar um passeio ao redor da base e vocês tiraram fotos minhas sobre o tanque Mercavá, e sobre um dos antigos tanques situados na entrada para a base. Então nós fomos até um restaurante em um das aldeias drusas e, no caminho, tiramos fotos uns dos outros à beira da estrada com o Monte Hermon coberto de neve ao fundo. Quero lhes falar que me sinto bem em termos de saúde, e que os Mujahidin das Brigadas Iz-al-Din-al-Qassam estão me tratando muito bem. Muito obrigado e adeus".

A Sababah está por dentro do caso Gilad Shalit. Qualquer informação nova será, imediatamente, postada em nosso blog! Esperamos que ele seja libertado o mais rápido possível! rezem pela libertação de Gilad Shalit!
Loading...